Tags

, , , , , ,

Reproduzo abaixo um post escrito por Ana Arantes, no blog dela “O Divã de Einstein“. Vale a pena visitar e explorar o o blog, cujo endereço também está nos nossos “Links”. Boa leitura!

————————

Eu “devia” estar preparando um aula, mas estava dando uma procrastinadinha básica no Twitter quando o @LeoBMarques mandou o link para a apresentação da Susan Savage-Rumbaugh noTED. E como cientista (pasmem!) também é gente, e como toda a gente é besta, tô emocionada com os macacos bonobos até agora.

criações

Susan Savage-Rumbaugh é uma primatologista famosa por seus trabalhos com as macacas bonobos (Pan paniscus) Kanzi e Panbanisha. Seus estudos tentam desvendar a aprendizagem e o uso de linguagem nessa espécie de primatas e ela tem publicado artigos interessantes e intrigantes, pra dizer o mínimo!

Apesar de receber críticas de todos os lados – sacomé, humanos não curtem muito essa história de serem parecidíssimos com outras espécies, principalmente no que diz respeito à linguagem – até mesmo do famosérrimo Steven Pinker, Savage-Rumbaugh lidera um laboratório chamadoGreat Ape Trust of Iowa. Lá, ela, agora aposentada de funções administrativas, faz um monte de pesquisas sobre o comportamento simbólico dos macacos.

E mais não falo, porque assitir ao vídeo é uma AULA:

Referências boas:

Savage-Rumbaugh, E.S. (1986). Ape Language: From Conditioned Response to Symbol. New York: Columbia University Press. ASIN B000OQ1WIY

Savage-Rumbaugh, E.S., & Lewin, R. (1996). Kanzi: The Ape at the Brink of the Human Mind. Wiley. ISBN 047115959X

Savage-Rumbaugh, E.S., Shanker, S.G., & Talbot,  J.T. (2001). Apes, Language, and the Human Mind. Oxford. ISBN 019514712X

Anúncios