Continuando a discussão sobre complexidade, retornaremos ao texto:
Glenn, S. S. & Malott, M. E. (2004). Complexity and selection: Implications for organizational changeBehavior and Social Issues, 13, 89-106.

Até Lá

Anúncios